Na 1ª Sessão Ordinária de 2018, o cidadão Mozart Faria, fez o uso da Tribuna Popular que é um direito concedido ao cidadão que queira fazer uso da palavra durante as Sessões Ordinárias da Câmara Municipal.

O cidadão já é conhecido pela sua incansável luta contra os serviços mal prestados pela Copasa em Guaxupé, mais uma vez fez duras críticas as obras incompletas da empresa e sobre o contrato mal redigido, que foi firmado entre o município e a empresa em 2012, com duração de 30 anos.

No final de sua fala, Mozart, deixou todos os documentos, indícios e provas levantados por ele à disposição do plenário para auxiliar na cobrança da empresa.