Na 11ª Sessão Ordinária, dia 9 de julho, os vereadores apreciaram em plenário o parecer contrário ao Projeto de Lei do Legislativo nº 20/2018 de autoria da vereadora Salma Regina Gallate, que estabelece o direito ao uso e tratamento pelo nome social aos travestis, transexuais e transgêneros no município de Guaxupé. O projeto teve um parecer contrário da comissão de Justiça e Redação, que alegou vício de iniciativa, ou seja, o projeto deve ser apresentado pelo poder executivo e não por vereadores. Porém, o parecer da comissão foi rejeitado em plenário e o projeto entrou em votação.

Após discussão e apreciação do mérito da proposição, o projeto foi aprovado em primeira votação com os votos contrários dos vereadores Léo Moraes, João Fernando, Chico Timóteo e Ari Cardoso, com abstenção da vereadora Maria José, lembrando que o Presidente vota apenas em caso de empate.