Na 2° Sessão Extraordinária, os vereadores se reuniram exclusivamente para votar o reajuste de 6,58% para os servidores públicos municipais, uma vez que o reajuste foi proposto pelo executivo e aprovado pelo Sindicato do Servidores. Porém, na tarde segunda-feira, dia 23, foi encaminhado em regime de urgência o Projeto de Lei do Executivo que propõe a isenção de IPTU para os moradores da Vila Progresso atingidos pela enchente do final de semana.
Considerando a gravidade do fato que levou o Prefeito Municipal, Jarbas Corrêa Filho, decretar estado de calamidade pública. O pedido foi atendido pela Câmara, e o projeto foi incluído na pauta da Sessão. Ambos os projeto foram discutidos e aprovados em primeira, segunda e terceira votação, e já entraram em vigor no mês de janeiro.