Foi protocolado na Câmara Municipal, um pedido para que o Projeto de Lei do Legislativo n° 001/2017 fosse colocado em votação já na próxima sessão extraordinária, que ocorrerá quarta-feira as 19h00. Por se tratar de um tema que exige uma atenção especial do poder público.
O projeto de lei autoriza a isenção de IPTU para as casas e estabelecimentos atingidos por enchentes, e foi protocolado na Câmara Municipal no dia 10 de Janeiro, mas só entraria em votação na primeira Sessão Ordinária, dia 6 de Fevereiro.
Na Sessão extraordinária também entrará em votação na casa um Projeto de Lei do Executivo que vai beneficiar as vítimas da enchente na Vila Progresso com a isenção de IPTU no ano de 2017. Porém, com os acontecimentos recentes, os vereadores acreditam que é importante debater a abrangência dessa isenção para outros pontos que também sofrem alagamentos.
Segundo o vereador Jorginho, autor do primeiro projeto, é importante que o assunto seja debatido agora: “Quando eu protocolei esse projeto no começo do mês eu não esperava que algo tão triste fosse acontecer com os moradores da Vila Progresso, se soubesse já teria pedido urgência, mas esse tipo de coisa é complicado prever. Por isso, temos que já estudar a possibilidade dessa isenção acontecer em outros pontos da cidade que o risco de alagamento também é alto.” – concluí o vereador.